Compartilhar:


Populismo

Apesar de governar alguns estados que estão a caminho do caos financeiro, o PSB Nacional ignorou a responsabilidade econômica e anunciou nesta segunda-feira (8) o fechamento de questão contra a proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19) que será votada no plenário da Câmara dos Deputados, a partir desta terça-feira (9). A decisão vincula a votação dos 32 deputados que compõem a bancada na Câmara e também se estenderá aos três senadores da sigla. Dessa forma, o parlamentar que descumprir a decisão pode sofrer sanções que vão desde a censura até a expulsão do partido. Se a reforma for aprovada sem os estados, como ficará a situação dos governadores do partido, que vão precisar reformar suas previdências?

Ministros deputados assumem os mandatos
Os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) vão reassumir temporariamente os mandatos de deputado federal a partir desta terça-feira, 9 para votar pela reforma da previdência. Os afastamentos devem ser publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta terça. A expectativa é que eles retornem aos respectivos cargos na quinta-feira, 11. O ministro Osmar Terra (Cidadania)m que também é deputado federal, é o único que não deve deixar o mandato nos próximos dias. A avaliação é de que o seu suplente, Darcísio Perondi (MDB-RS), é “voto fechado” a favor da reforma.

MP pede prisão para o ex governador de MG
O Ministério Público Eleitoral de Minas Gerais pediu à Justiça a prisão do ex-governador Fernando Pimentel (PT) pelo crime de falsidade ideológica para fins eleitorais, além do pagamento de uma indenização aos cofres públicos no valor de R$ 5 milhões.

Justiça suspende processo sobre posse do Parque da Jaqueira
A Justiça Federal em Pernambuco suspendeu, ontem, a tramitação de processo em que o INSS reivindicava a posse do Parque da Jaqueira, no Recife. Pela decisão do juiz da Terceira Vara Federal, Frederico José Pinto de Azevedo, após pedido do próprio INSS, é esperada que as partes cheguem a um acordo na Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Pública Federal. A solicitação foi aceita pela Prefeitura do Recife, que ingressou como Amicus Curiae (amigo da corte) na ação popular. As partes terão 90 dias para chegar a um acordo extrajudicial.

Descaso com a saúde em Camaragibe
A administração interina da Prefeitura de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, informou nesta segunda-feira (8) ter encontrado mais de 50 mil medicamentos e insumos hospitalares vencidos e impróprios para o uso, avaliados em mais de R$ 1 milhão. Enquanto produtos deixaram de ser usados e venceram nas caixas, os postos e as unidades de saúde enfrentam o desabastecimento. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, os débitos da pasta chegam a R$ 3 milhões.

Desrespeito com os cidadãos
Enquanto a crise se abate em Pernambuco e falta até insulina nos hospitais públicos do estado, o governador Paulo Câmara (PSB) gasta mais de $ 181 mil em buffet para servir seus convidados de comida e bebida às custas do contribuinte, nos camarotes do festival de inverno em Garanhuns.

Compartilhar: