Compartilhar:

O procurador do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), Cristiano Pimentel, protocolou hoje (10), uma representação ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) pedindo o cancelamento da licitação do buffet de mais de R$ 181 mil reais para a edição deste ano do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG).

Segundo o procurador, há irregularidades na licitação do governo do Estado, por isso pediu uma medida cautelar para que o contrato seja imediatamente suspenso até que a relatora do processo, conselheira do TCE Teresa Duere, possa analisar a defesa da Fundarpe, que é a responsável pela contratação.

Segundo Pimentel, o fato da fundação ter afirmado que a licitação é para a alimentação dos artistas que se apresentarão no evento já se configuraria uma irregularidade já que, na avaliação dele, os cachês pagos a eles deveriam custear todos os gastos. Pimentel também apontou itens do buffet contratado como “manifestamente supérfluos” e que o cardápio estaria “mais adequado ao Itamaraty”.

Segundo o MPCO, o edital da licitação da Fundarpe tem itens como: Doces em calda; Mousse de chocolate; Mousse de limão; Mousse de maracujá; Pavê de chocolate; Pudim de leite; Sorvete; Torta bem-casado; Torta de limão; Torta de morango com chocolate; Torta mousse de chocolate; Beijinho; Bem-casado; Brigadeiro; Crocante; Surpresa de uva; Castanhas; Nozes; Antepasto de berinjela; Blanquet de peru; Chester defumado; Fiambre; Lombo defumado; Bolinho de bacalhau; Coxinha com catupiry; Patê de atum; patê de azeitona; Patê de chester defumado; Quiche de palmito; Quiche de queijo; Torta de camarão; Torta de ricota; Torta de Queijo do reino; Brioche; Doce; Francês; Italiano; Moqueca de peixe; peixada.

 

Cristiano Pimentel também argumenta que as quantidades de alimentos leva à “descrença” na afirmação de que o buffet é destinado apenas aos artistas. O procurador cita informação da Fundarpe de que são previstos 850 almoços para os artistas, durante o festival. Na avaliação de Pimentel, a quantidade é incompatível, pois significariam 95 almoços por dia para os artistas, em média.

Compartilhar: