Compartilhar:

 

Câmara aprova texto base da previdência
Depois de oito horas de debates, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em primeiro turno, o texto principal da reforma da Previdência. A proposta teve 379 votos a favor e 131 votos contra.

Senado aprova prjoeto que criminaliza caixa 2
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou ontem (10) a criminalização do caixa dois eleitoral. O projeto será enviado para a Câmara dos Deputados, se não houver recurso para análise pelo plenário. O projeto foi apresentado como parte do pacote anticrime e reproduzindo o teor das propostas enviadas à Câmara pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Pelo texto aprovado, torna-se crime “arrecadar, receber, manter, movimentar ou utilizar” dinheiro, bens ou serviços monetizáveis que não estejam registrados na contabilidade oficial de campanha. A pena prevista é de dois a cinco anos de prisão.

Populismo barato
Em pronunciamento no plenário da Câmara dos Deputados, o deputado Tadeu Alencar (PSB), afirmou que o dia de ontem ficará conhecido como “o dia do enterro da Previdência Social no Brasil” e conclamou os parlamentares a não aprovarem o texto da proposta, que ele afirmou ser responsável pelo aumento das desigualdades e do fosso entre ricos e pobres no país. Para o parlamentar, o povo trabalhador não tem mais como fazer sacrifícios, muito menos continuar assistindo a elite não ser ameaçada em seus privilégios. Sem apresentar alternativas viáveis,trata-se de um populismo barato, estelionato parlamentar, típico de políticos de quinta categoria….

Sem protagonismo
O deputado Túlio Gadelha (PDT). mais conhecido como “Namorado de Fátima”, faz discurso aguado, amedrontado e lido, no plenário, mostrando total despreparo para o cargo e evidenciando a falta de qualidade e competência para o cargo que ocupa. Do jeito que vai, ficará todo mandato no baixo clero, e envergonha o estado de Pernambuco.

Felipe Carreras terá abrigo no MDB
O senador Fernando Bezerra Coelho, disse que caso o PSB expulse Felipe Carreras, o MDB receberá o deputado de braços abertos. Felipe sonha em ser candidato a prefeito do Recife em 2020, mas viu seu projeto escanteado no partido pelo desejo do também deputado federal João Campos que é oficialmente o pré-candidato socialista para 2020. Como João é herdeiro de Eduardo Campos que, apesar de comprovadamente ser um dos beneficiados por propinas, ainda é ovacionado pelo PSB, e sua família ainda tem hegemonia neste partido cartorial e familiar.

Compartilhar: