Compartilhar:

A rebordosa do populismo
O presidente do PSB chamou de traidores  os 11 deputados que votaram a favor da reforma de previdência O partido havia fechado questão contra a reforma, e o descumprimento pode levar à pena máxima de expulsão. Carlos Siqueira, presidente nacional do partido,  explicou que os deputados serão cobrados a restituir o dinheiro que o partido investiu nas campanhas que levaram às suas eleições. Citou que Felipe Carreras, o único pernambucano que desobedeceu a orientação nacional, recebeu R$ 1,3 milhão e terá que devolver o valor.

Violência em Pernambuco
Nos primeiros seis meses de 2019, Pernambuco registrou mais de 42 mil roubos, furtos e assaltos. O número foi divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS), na manhã desta quinta-feira (11). Segundo o balanço semestral do Pacto pela Vida, até o último mês de junho, foram registrados 42.281 CVPs.

Confiança nas forças armadas
As Forças Armadas se mantêm como a instituição que a população brasileira mais confia, e os partidos políticos figuram como a maior desconfiança, segundo o Datafolha. Questionados sobre a confiança nas Forças Armadas, 42% dos entrevistados responderam que confiam muito nos militares, 38% que confiam um pouco e 19%, que não confiam. O resultado desta pesquisa pouco difere daquele apresentado na sondagem de abril, quando 45% diziam confiar muito, 35% um pouco e 18% não confiavam.

Inaugurando obra alheia
O governador Paulo Câmara inaugura, nesta sexta-feira, a primeira etapa de um dos maiores projetos habitacionais do Estado, feitos com verba federal. O conjunto é um modelo de bairro planejado, construído pela Caixa Econômica Federal dentro do Programa Minha Casa Minha Vida, com 2.620 residências. O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, participa da solenidade. O governador quer deixar sua marca numa obra que não tem nada com seu governo, puro populismo!

Impeachment em Goiana
Nesta quinta-feira (11), durante sessão da Câmara de Vereadores de Goiana, foi aprovado o pedido de impeachment contra o prefeito Osvaldo Rabelo Filho e seu vice Eduardo Honório Carneiro. Por unanimidade, os 15 vereadores aceitaram o recebimento da denúncia por suposto superfaturamento em contratos licitatórios iniciando o processo de impeachment. Agora, uma comissão processante formada por três vereadores, escolhidos em sorteio, avaliará o pedido de impeachment e terá cinco dias para notificar a Prefeitura de Goiana sobre as denúncias recebidas pela Câmara. O Poder Executivo terá 10 dias para apresentar sua defesa sobre o caso e, a partir daí, desfecho deve ocorrer em até 90 dias.

Compartilhar: