Anti democráticos
O PDT decidiu, abrir processo para punir os oito deputados da sigla que contrariaram determinação partidária e votaram a favor da reforma da Previdência. O partido decidiu também que até o fim do processo os deputados ficarão suspensos de suas atividades partidárias. Segundo o presidente do PDT, Carlos Lupi, a suspensão significa que os parlamentares não poderão representar o partido nas direções estaduais e nacional, no Congresso, e também não poderão usar a legenda do PDT. O processo poderá durar entre 45 a 60 dias e uma das punições possíveis é a expulsão do partido, mas os deputados também podem sofrer sanções mais brandas, como uma advertência. Os deputados do PDT que foram atingidos são: Tabata Amaral (SP), Alex Santana (BA), Subtenente Gonzaga (MG), Silvia Cristina (RO), Marlon Santos (RS), Jesus Sérgio (AC), Gil Cutrim (MA) e Flávio Nogueira (PI).

Túlio será o candidato do PDT no Recife
Em entrevista a um programa de rádio do Recife o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, falou sobre as eleições para prefeito do Recife, e adiantou que o deputado federal Túlio Gadelha, namorado de Fátima Bernardes, que não é bem quisto pela executiva estadual, será o candidato do partido a prefeito do Recife. De caráter populista e tido por muita gente como uma pessoa pouco inteligente, o deputado terá muita resistência do eleitorado que vota nele, basicamente para tietar a sua namorada famosa.

Caruaru em pé de guerra
O ex-governador João Lyra (PSDB) respondeu as críticas do deputado estadual Delegado Lessa (Progressistas), que ontem disse em uma rádio de Caruaru que a “prefeita Raquel Lyra inventou uma viagem para tirar férias”. Segundo Lyra Neto a situação não é verdade.“É uma irresponsabilidade o que disse esse forasteiro. Raquel viajou para participar de um curso e todos podem acompanhar as ações nas redes sociais. É um mentiroso!”, rebateu João Lyra. Tais declarações de Lessa já mostram o nível que terá a campanha na capital do agreste…

Campanhas com mais dinheiro público
A grande fonte de financiamento das campanhas dos candidatos a vereadores e prefeitos em 2020, em todo o país, virá do Fundo Eleitoral e o Fundo Partidário. E essa conta poderá ficar ainda mais cara para os cofres públicos, pois o relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), deputado federal Cacá Leão (PP-BA), propôs quase dobrar o fundo eleitoral em 2020 passando para R$ 3,7 bilhões para financiar campanhas de candidatos a prefeito e a vereador. Esse acréscimo de R$ 2 bilhões terá como origem recursos públicos do Orçamento da União.

Apadrinhando bandidos
A decisão do ministro Dias Toffoli de suspender investigações do Coaf, terá efeito direto na Operação Alcatraz, deflagrada pela PF em Santa Catarina em maio e que mantém pelo menos oito pessoas presas. Após a decisão do presidente do STF, advogados dos investigados entraram com pedidos na Justiça Federal em SC e no TRF-4, pedindo anulação do processo ou suspensão até definição do Supremo. Essa é apenas uma das consequências da canetara irresponsável do ministro. Agora o COAF não poderá denunciar ilegalidades que encontrar e suspeitas… Parece que os bandidos encontraram um padrinho!!