Walter Delgatti Neto confirmou à Polícia Federal que a ex-deputada Manuela D’Ávila (PCdoB), candidata a vice-presidente na chapa encabeçada por de Fernando Haddad (PT),foi quem colocou Walter Delgatti Neto, suspeito de hackear celulares de autoridades, em contato com o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, que publicou conversas entre integrantes da força-tarefa da Operação Lava-Jato e o atual ministro da Justiça, Sergio Moro.

Em nota, Manuela afirmou que apenas repassou uma conversa que o hacker teve com ela, para Glenn Greenwald, achando se tratar de uma armação política para ela.