O juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci, do departamento de execução criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, autorizou a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o presídio de Tremembé, no interior do Estado, a 133km de São Paulo.

A justiça federal de Curitiba autorizou a transferência de Lula da sede da Polícia Federal do Paraná, para o presídio localizado no Estado de São Paulo, solicitando à justiça da capital que indicasse do estabelecimento onde ele deverá permanecer recolhido.

Segundo o juiz paulista, Lula deverá ficar custodiado na Penitenciária II de Tremembé. Uma cela do presídio já foi esvaziada para que o ex-presidente seja transferido. A defesa de Lula avalia que decisão irá tomar a respeito da determinação.